• Endereço

    Rua Botucatu, 448, Vila Clementino, São Paulo

Estrias

Estrias: como tratar?

 

Você sofre com estrias? Acaba deixando de usar algumas roupas? Se incomoda com o biquíni, sobretudo quando está bronzeada e elas se tornam mais evidentes?

 

Causas

Fatores genéticos costumam ter bastante relação com esse tipo de quadro.

Mas elas estão associadas também a outras condições de crescimento abrupto, que podem levar à distensão da pele.

Alguns exemplos são o estirão da puberdade, desenvolvimento das mamas na adolescência, seu aumento durante a gestação, além do ganho de peso exagerado.

 

Características das estrias

As estrias são formadas pelo estiramento da pele, com ruptura de fibras elásticas e colágenas, dando um aspecto de cicatriz na pele.

Quando recente as estrias costumam ser avermelhadas e respondem melhor ao tratamento.

Quando são mais antigas elas apresentam um aspecto mais esbranquiçado.

Tem uma gordurinha aí que não quer ir embora? Clique aqui e veja como tratar.

 

Tratamentos

Até pouco tempo não existiam muitas opções de tratamento para as estrias, mas hoje podemos lançar mão de alguns lasers em associação com tecnologias para melhores resultados.

Para estrias recentes e avermelhadas podemos utilizar lasers que têm afinidade por vasos, como o 1064.

Já as estrias mais antigas podem ser tratadas com laser de ação mais profunda, para estímulo de colágeno, como 1340 e o laser de CO2.

A associação de tratamentos pode ajudar a garantir a melhora da superfície da pele.

Podemos combinar essas tecnologias com peelings, com o uso de medicações tópicas e injeções de medicamentos que agem no foco do problema, estimulando colágeno e garantindo um aspecto mais natural para a pele.

Se você tem estrias, procure o seu dermatologista para saber qual o tratamento mais indicado no seu caso.