• Endereço

    Rua Botucatu, 448, Vila Clementino, São Paulo

Tendência à oleosidade: os cuidados do dia a dia para a pele negra

Das características genéticas à relação com a acne, passando pelos produtos mais adequados, saiba como garantir uma pele saudável e lindíssima.

Uma maior concentração de glândulas sebáceas em áreas clássicas (a face e o tronco) e o fato de elas serem maiores e produzirem mais sebo são os principais fatores que tornam a pele negra mais propensa a ser oleosa. Contribui, também, uma outra característica cutânea: a pele negra tende a possuir maior quantidade de glândulas sudoríparas, que também são maiores e produzem mais secreção.

O porquê de ser assim ainda não foi desvendado. “É um fator genético que não se explica”, afirma o dermatologista Murilo Drummond, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A dermatologista Samantha Talarico, da clínica Talarico Dermatologia, complementa dizendo que “são poucos os estudos quanto às diferenças relativas à pele entre as etnias, e alguns são contraditórios.”

Bom, enquanto os pesquisadores não chegam a uma conclusão sobre a teoria, vamos tratar da prática: como cuidar e tratar a pele negra para que ela esteja sempre saudável e bonita.

Rotina de cuidados diários com a pele negra oleosa

A pele deve receber os cuidados a seguir duas vezes ao dia: logo pela manhã (antes de se maquiar ou de começar as atividades do dia) e à noite (antes de ir dormir).

Em primeiro lugar vem a lavagem com sabonete seborregulador, de preferência contendo ácido salicílico. “Mas é bom evitar os que tenham concentrações deste princípio ativo acima de 5%, para não transformar a oleosidade em ressecamento”, alerta Murilo.

Depois a pele deve ser tonificada e hidratada. Na etapa da manhã, a rotina é encerrada com a aplicação de protetor solar.

Isso mesmo: pele oleosa deve ser hidratada e pele negra precisa de protetor solar. Samantha explica: “Utilizar hidratantes adequados é benéfico e não piora o quadro de oleosidade. E, apesar de a pele negra ser mais resistente ao sol, ela não está livre dos danos que ele pode causar, como câncer de pele, envelhecimento precoce e aparecimento de manchas.”

FONTES: M DE MULHER